Biologia 10

As Fichas de Trabalho de Biologia e Geologia, cuja referência individual ainda menciona a sua disponibilidade em Formato PDF, passaram a ser vendidas em Formato FlippingBook com função Imprimir, Personalizadas com Logótipo da Escola e/ou Nome do(a) Professor(a) / Aluno(a) + Proposta de Correcção. Na compra de mais do que uma ficha, estas serão reunidas no mesmo FlippingBook.
 
Ordenar Por: :
  • Importância do sistema endomembranar (FBIO10_040)
    Apesar da sua grande importância, a membrana plasmática não é a única que existe na célula. O plasmalema encontra-se em contacto com um sistema de membranas, constituído pela membrana do invólucro nuclear, retículo endoplasmático e complexo de Golgi. Este sistema de membranas funciona como uma unidade, denominada sistema endomembranar (1). O sistema endomembranar, entre outras funções, está relacionado com os processos de digestão intracelular, verificando-se uma relação funcional entre os seus constituintes, e particularmente, entre o retículo endoplasmático, o complexo de Golgi e os lisossomas.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Digestão intracelular (FBIO10_041)
    Os lisossomas são pequenas vesículas, mais ou menos esféricas, delimitadas por uma membrana e que contêm vários tipos de enzimas. Os lisossomas formam-se no complexo de Golgi e podem unir-se a uma vesícula endocítica, formando um corpo de maiores dimensões chamado vacúolo digestivo. É nesta estrutura que ocorre a digestão das substâncias captadas por endocitose, graças às enzimas hidrolíticas provenientes do lisossoma, num processo denominado heterofagia. Por outro lado, os lisossomas também participam na digestão dos próprios organelos celulares, quando é necessário, formando-se para tal vacúolos autofágicos. Neste caso, fala-se de autofagia, processo que permite uma auto-renovação da célula, através da reciclagem dos materiais que a constituem.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Digestão extracelular e extracorporal (FBIO10_042)
    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Hidra – digestão extracelular e/ou intracelular? (FBIO10_043)
    A hidra é um animal muito simples, cujas paredes do corpo delimitam uma cavidade interna, designada cavidade gastrovascular. Estes animais captam as presas com o auxílio de tentáculos que rodeiam a única abertura desta cavidade, por onde entram os alimentos e saem os resíduos não aproveitados.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Digestão extracelular e intracorporal (FBIO10_044)
    Na maioria dos organismos heterotróficos multicelulares, o processamento dos alimentos até que estes possam fornecer os seus constituintes para que sejam utilizados pelas células engloba a ingestão, a digestão e a absorção. Este conjunto de processos ocorre em sistemas digestivos, que foram evoluindo no sentido de um processamento cada vez mais eficaz dos alimentos. Existe uma grande diversidade de sistemas digestivos, podendo estes possuir uma única abertura (incompletos) ou duas aberturas (completos), e vários órgãos especializados.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Digestão extracelular e intracorporal (FBIO10_045)
    Na maioria dos organismos heterotróficos multicelulares, o processamento dos alimentos até que estes possam fornecer os seus constituintes para que sejam utilizados pelas células engloba a ingestão, a digestão e a absorção. Este conjunto de processos ocorre em sistemas digestivos, que foram evoluindo no sentido de um processamento cada vez mais eficaz dos alimentos. Existe uma grande diversidade de sistemas digestivos, podendo estes possuir uma única abertura (incompletos) ou duas aberturas (completos), e vários órgãos especializados.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Digestão extracelular e intracorporal – invertebrados (FBIO10_046)
    Os sistemas digestivos foram evoluindo, no sentido de um aproveitamento cada vez mais eficaz dos alimentos. Podem ser incompletos (com uma só abertura) ou completos (com duas aberturas).

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Digestão extracelular em tubo digestivo completo (FBIO10_047)
    Muitos animais possuem um tubo digestivo completo, isto é, com duas aberturas: a boca, para entrada dos alimentos, e o ânus, para a saída dos resíduos. Esta modificação constitui um importante avanço evolutivo, pois permite uma digestão e uma absorção sequenciais no tubo digestivo, uma vez que os alimentos se deslocam num só sentido. A digestão pode ocorrer em vários órgãos, por processos mecânicos e acções enzimáticas distintas. Nos vertebrados, o tubo digestivo é mais complexo que nos invertebrados. A constituição básica do tubo digestivo é semelhante nos diversos grupos animais, ocorrendo, contudo, variações relacionadas com o regime alimentar.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Digestão extracelular em tubo digestivo incompleto (FBIO10_048)
    Alguns animais, como a hidra e a planária, possuem tubo digestivo incompleto ou cavidade gastrovascular, com uma única abertura que, embora se designe por boca, funciona como boca e como ânus: por ela entram os alimentos e saem os resíduos alimentares não aproveitados. Na hidra e na planária ocorre, cumulativamente, digestão extracelular e digestão intracelular.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Seres heterotróficos multicelulares (FBIO10_049)
    Nos organismos unicelulares, todo o processo de obtenção, digestão e distribuição dos nutrientes é efectuado pela célula (que é, por si, o próprio organismo). Contudo, na maioria dos organismos heterotróficos multicelulares, o processamento dos alimentos até que estes possam fornecer os seus constituintes para que sejam utilizados pelas células engloba a ingestão (entrada de alimentos para o organismo), a digestão (conjunto de processos que permite a transformação de moléculas complexas em moléculas mais simples) e a absorção (passagem dos nutrientes resultantes da digestão para o meio interno). Este conjunto de processos tem lugar, nos organismos multicelulares, em sistemas digestivos, que foram evoluindo no sentido de um processamento cada vez mais eficaz dos alimentos.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Digestão extracelular – animais vertebrados (FBIO10_050)
    Nos Vertebrados, o tubo digestivo é completo, sendo, no entanto, bem mais complexo do que o da minhoca. 

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Digestão no Homem – absorção intestinal (FBIO10_051)
    Através de fenómenos físicos, os alimentos são reduzidos a partículas sucessivamente mais pequenas, o que permite uma acção mais eficiente dos sucos digestivos. Através de fenómenos químicos, as enzimas, substâncias presentes nos sucos digestivos, transformam as moléculas complexas dos alimentos em moléculas cada vez mais simples.
    No sistema digestivo humano, a parede interna do intestino delgado tem uma morfologia especial que aumenta consideravelmente a sua superfície, permitindo um maior contacto com os nutrientes, o que facilita a absorção intestinal. Ao nível das vilosidades intestinais, são absorvidos diariamente para o sangue água, sais minerais, aminoácidos, vitaminas e glícidos simples como a glicose. Os produtos resultantes da digestão dos lípidos são absorvidos para a linfa e, posteriormente, lançados no sangue.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Digestão no Homem – fenómenos químicos da digestão (FBIO10_052)
    Através de fenómenos físicos, os alimentos são reduzidos a partículas sucessivamente mais pequenas, o que permite uma acção mais eficiente dos sucos digestivos, pois aumenta grandemente a superfície sobre a qual esses sucos vão actuar. Através de fenómenos químicos, as enzimas, substâncias presentes nos sucos digestivos, transformam as moléculas complexas dos alimentos em moléculas cada vez mais simples. Cada enzima só actua sobre um determinado nutriente: as amilases actuam sobre o amido, as proteases actuam sobre as proteínas e as lipases actuam sobre os lípidos.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Cloroplastos – organelos celulares fotossintéticos (FBIO10_054)
    As folhas são os órgãos fotossintéticos mais importantes nas plantas. A maioria das suas células possui cloroplastos, organelos celulares que contêm os pigmentos fotossintéticos, que são moléculas capazes de absorver energia luminosa. Os pigmentos fotossintéticos localizam-se na membrana dos tilacóides, sáculos contidos nos cloroplastos.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Experiência de Engelmann (FBIO10_055)
    Engelmann utilizou um microscópio apetrechado com um prisma óptico no sistema de iluminação, que permitia decompor a luz solar e fazê-la atravessar a preparação. Montou entre lâmina e lamela um fragmento de alga verde filamentosa, utilizando como meio de montagem água com bactérias aeróbias (utilizam oxigénio na respiração). 

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Pigmentos fotossintéticos – captação da energia luminosa (FBIO10_056)
    A luz que incide sobre as folhas pode seguir diferentes percursos devido ao comportamento dos pigmentos fotossintéticos face às diferentes radiações. As radiações com comprimentos de onda correspondentes à cor verde não são absorvidas, são reflectidas, daí vermos as folhas com cor verde. Pode ser estabelecida uma relação entre a intensidade da fotossíntese e o tipo de radiações absorvidas pelos pigmentos fotossintéticos.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Fotossíntese - experiências (FBIO10_057)
    Van Niel comparou as equações gerais da fotossíntese em bactérias sulfurosas e em plantas. Rubem e Hamem colocaram algas Chlorella em água marcada com um isótopo de oxigénio e verificaram a radioactividade da água, do oxigénio e da glicose.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Fotossíntese – fase fotoquímica (dependente da luz) (FBIO10_058)
    Na fase fotoquímica, a energia luminosa é absorvida pelos pigmentos fotossintéticos, ao nível da membrana dos tilacóides, constituindo a fonte energética inicial para a realização de reacções de oxirredução. Quando as moléculas de clorofila são atingidas pela luz, origina-se uma corrente de electrões que se propaga ao longo de uma série de proteínas (aceptores) que se encontram dispostas ao longo da membrana interna dos tilacóides. Este fluxo de electrões liberta energia que é utilizada para formar ATP (1), a partir de moléculas de ADP e de um grupo fosfato e moléculas de NADPH, a partir de moléculas de NADP⁺ e dos H⁺ provenientes da fotólise da água. O ATP e o NADPH são fundamentais para a formação de compostos orgânicos na fase química (não dependente da luz).

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Fotossíntese – fase química (não dependente da luz) (FBIO10_059)
    Durante a fase não dependente directamente da luz (reacções químicas), verifica-se: a incorporação do CO₂; a utilização da energia química contida no ATP e o poder redutor do NADPH para formar compostos orgânicos. Pode considerar-se que o ciclo de Calvin apresenta três fases fundamentais: fixação do CO₂, produção de compostos orgânicos e regeneração da ribulose difosfato (RuDP).

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Fotossíntese – fase fotoquímica e fase química (FBIO10_060)
    A fotossíntese compreende dois processos complementares: a fase fotoquímica e a fase química. Ainda que a fase química não necessite directamente da luz, está completamente dependente dos produtos formados na fase fotoquímica para a sua realização.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • ATP – fonte de energia das células (FBIO10_061)
    O ATP (adenosina trifosfato) é a molécula orgânica que possui a forma de energia directamente utilizável pelas células, sendo constituída por uma pentose (ribose), uma base azotada (adenina) e três grupos fosfato (P). A reacção de hidrólise do ATP é acompanhada da libertação de energia utilizável pelas células. É uma reacção exoenergética porque há ruptura de uma ligação química rica em energia.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • NADPH – transportador hidrogénio (FBIO10_062)
    O NADP⁺ é uma molécula que intervém em reacções de oxirredução, transferindo electrões de uma molécula para outra. Pode receber electrões, ficando reduzido (NADPH), e ceder esses electrões a outra molécula, ficando oxidado (NADP⁺). O electrão é acompanhado do ião H⁺ e assim o NADP⁺ transforma-se em NADPH, recebendo dois electrões (2e⁻) e um protão (H⁺).

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Processo fotossintético (FBIO10_063)
    Actualmente admite-se que a fotossíntese compreende duas fases sucessivas, estreitamente ligadas:
    fase fotoquímica (cujas reacções dependem directamente da luz), ao nível dos tilacóides, em que a energia luminosa absorvida pelos pigmentos é transformada em energia química;
    fase química (não dependente directamente da luz), ao nível do estroma, em que o CO₂ é fixado e ocorre a produção das moléculas orgânicas.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Fotossíntese vs Quimiossíntese (FBIO10_064)
    A quimiossíntese é um processo semelhante à fotossíntese, na medida em que conduz à produção de compostos orgânicos. Existem diversos tipos de bactérias capazes de realizar a oxidação de compostos minerais para obtenção de energia, podendo destacar-se as bactérias sulfurosas, as bactérias ferrosas e as bactérias nitrificantes do solo. Este processo de autotrofia está na base de diversos ecossistemas associados a fontes termais dos riftes oceânicos (figura), onde não chega luz e, por isso, a fotossíntese não pode ocorrer.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Plantas vasculares e plantas não vasculares (FBIO10_065)
    A sobrevivência das plantas no ambiente terrestre depende da sua capacidade para transportarem várias substâncias para dentro do seu corpo, através dele e para fora dele. Podem considerar-se dois grandes grupos de plantas: plantas não vasculares, que não apresentam tecidos especializados no transporte da seiva (tecidos condutores) e plantas vasculares, que apresentam estes tecidos. O movimento da seiva bruta (água e substâncias inorgânicas) e da seiva elaborada (água, substâncias inorgânicas e substâncias orgânicas produzidas nas células fotossintéticas) no interior da planta, através dos tecidos condutores, designa-se por translocação.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Sistemas de transporte (FBIO10_066)
    Os tecidos condutores têm continuidade em toda a planta, permitindo o transporte da seiva xilémica até às células fotossintéticas e a distribuição da seiva floémica a todas as células vivas da planta. Os feixes condutores podem ser duplos e colaterais, isto é, cada feixe tem xilema e floema, estando colocados lado a lado, ou simples e alternos, isto é, cada feixe tem somente xilema ou floema, os quais alternam.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Xilema e Floema (FBIO10_067)
    O xilema, também designado tecido traqueano ou lenho, está especializado no transporte de água e sais minerais (seiva bruta). O floema, também designado tecido crivoso ou líber, está especializado no transporte de água e substâncias orgânicas (seiva elaborada).

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Estrutura da folha (FBIO10_068)
    As folhas são órgãos especializados na realização da fotossíntese. Os feixes condutores são duplos (cada feixe tem xilema e floema) e colaterais (o xilema e o floema estão colocados lado a lado), com o xilema voltado para a página superior e o floema para a página inferior.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Absorção radicular (FBIO10_069)
    A maior parte da água e solutos necessários às plantas são absorvidos pelo sistema radicular.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Hipótese da pressão radicular (FBIO10_070)
    Na raiz, devido à osmose, desenvolve-se uma pressão (pressão de raiz ou pressão radicular), que pode explicar a ascensão de água no xilema em algumas situações.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Hipótese da tensão-adesão-coesão (FBIO10_071)
    De acordo com a hipótese da tensão-coesão-adesão, é o movimento de moléculas de água no mesofilo foliar que faz mover toda a coluna hídrica, sendo que, quanto mais rápida for a transpiração nas folhas, mais rápida se torna a ascensão da seiva xilémica.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Estomas - Controlo da transpiração (FBIO10_072)
    Os estomas controlam as trocas gasosas e, portanto, a transpiração, entre a planta e o meio externo, graças à capacidade que têm em abrir e fechar. 

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.

  • Experiência com afídeos (FBIO10_073)
    Os afídeos são insectos que introduzem um estilete (peça bucal) pontiagudo até ao floema, de modo a extraírem a seiva elaborada de que se alimentam. A utilização destes animais permitiu analisar a constituição da seiva floémica, dado que as células vivas do floema são muito frágeis e o processo de transporte que nelas ocorre é facilmente perturbado quando esta se pretende extrair com micropipetas. Se a um afídeo que está a absorver o conteúdo floémico for cortado pelo estilete, a seiva floémica exsuda através desse estilete durante vários dias.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Experiência de Marcello Malpighi (FBIO10_074)
    No século XVII, Marcello Malpighi removeu um anel do caule de uma planta, o que levou a um aumento de volume da zona situada imediatamente acima do corte.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Hipótese do fluxo de massa associado a transporte activo (FBIO10_075)
    A hipótese do fluxo de massa associado a transporte activo é, actualmente, o modelo explicativo mais aceitável para explicar o movimento da seiva no floema, de regiões de elevada pressão osmótica para regiões de baixa pressão osmótica. A energia utilizada no transporte activo provém, fundamentalmente, das células de companhia.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Sistemas de transporte (FBIO10_076)
    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Sistemas circulatórios abertos e fechados (FBIO10_077)
    Nos animais mais simples, a difusão dos nutrientes e dos produtos de excreção realiza-se sem a intervenção de um sistema de transporte. Como possuem todas as células próximas da superfície do corpo, efectua-se uma difusão directa entre as células e o meio exterior. Nos animais mais complexos, a condução dos nutrientes e oxigénio, entre os órgãos onde são absorvidos e as células do resto do organismo, bem como das substâncias tóxicas, entre os órgãos onde são produzidas e aqueles onde são excretadas, é feita através de um sistema de transporte especializado – o sistema circulatório. Nos animais evoluíram dois tipos de sistemas de transporte: aberto, no qual o sangue abandona os vasos e passa para um sistema de cavidades entre as células, designadas lacunas, que no seu conjunto formam o hemocélio; fechado, no qual o sangue faz todo o percurso dentro de vasos. Num sistema de transporte aberto o sangue flui muito mais lentamente do que num sistema de transporte fechado e os animais que o possuem têm, em regra, movimentos lentos (taxa metabólica baixa).

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Sistemas circulatórios abertos e fechados (FBIO10_078)
    Os sistemas de transporte podem ser abertos ou fechados, no caso do líquido circulatório abandonar ou não os vasos sanguíneos, respectivamente. Os sistemas circulatórios fechados podem suportar níveis mais elevados de taxas metabólicas, porque o transporte de oxigénio e de nutrientes, bem como a remoção de produtos de excreção, é feito de forma mais rápida.

    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Sistema circulatório dos peixes (FBIO10_079)
    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
  • Sistema circulatório dos anfíbios e répteis (FBIO10_080)
    Ficha de Trabalho em Formato PDF (permite impressão em alta resolução e adicionar notas ou anotações / não permite copiar e colar nem fazer alterações), Personalizada com Logótipo e/ou Dados Pessoais + Proposta de Correcção. Anterior Acordo Ortográfico por Defeito, mas Pode Pedir-se de Acordo com o Novo Acordo Ortográfico.
     
Por Página      41 - 80 of 131

OBRIGADO POR CONFIAR EM NÓS!

  • Ilha do Saber
  • Agrupamento de Escolas n.º 2 de Beja
  • Escola Secundária Martins Sarmento
  • Escola Secundária Camilo Castelo Branco (Vila Real)
  • Agrupamento de Escolas da Sé (Guarda)
  • Agrupamento de Escolas Santos Simões
  • Agrupamento de Escolas Professor Lindley Cintra
  • Agrupamento de Escolas Morgado de Mateus
  • Agrupamento de Escolas de Ansião
  • Escola Secundária do Castelo da Maia
  • Escola Secundária Quinta do Marquês
  • Escola Secundária Eça de Queirós
  • Centro Psicopedagógico da Trofa
  • Agrupamento de Escolas da Lixa / Felgueiras
  • Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Gomes de Almeida - Espinho
  • Agrupamento de Escolas Nuno Álvares (Castelo Branco)
  • Agrupamento de Escolas Vila Pouca de Aguiar Sul
  • Escola Secundária Maria Amália Vaz de Carvalho
  • Escola Secundária Conde de Monsaraz
  • Escola Secundária Clara de Resende
  • Agrupamento de Escolas de Barcelos
  • Escola Secundária António Damásio
  • Escola Secundária de Almeida Garrett - Vila Nova de Gaia
  • Escola Secundária Adolfo Portela - Águeda
  • Agrupamento de Escolas de Arouca
  • Agrupamento de Escolas da Batalha
  • Agrupamento de Escolas Santa Maria da Feira
  • Agrupamento de Escolas João de Barros
  • Agrupamento de Escolas Fernão de Magalhães
  • Escola Secundária de Moura
  • Escola Secundária Jaime Moniz
  • Agrupamento de Escolas Figueira Norte
  • Agrupamento de Escolas Vale do Tamel
  • Agrupamento de Escolas do Bonfim / Portalegre
  • Escola Secundária de Gago Coutinho
  • Agrupamento de Escolas de Albergaria-A-Velha
  • Colégio Casa-Mãe
  • Agrupamento de Escolas de Vila Flor
  • Escola Secundária / 3 Amarante
  • Didáxis - Cooperativa de Ensino, CRL
  • Escola Secundária Camilo Castelo Branco
  • Instituto Vaz Serra
  • Escola Secundária Quinta das Flores
  • Escola Básica e Secundária de Santa Maria
  • Didáxis - Cooperativa de Ensino, C.R.L.
  • Colégio Dr. Luís Pereira da Costa
  • Escola Secundária José Afonso
  • Agrupamento de Escolas Anselmo de Andrade
  • Agrupamento de Escolas Dr. António Granjo
  • Agrupamento de Escolas de Monserrate
  • Agrupamento Escolas José Belchior Viegas - São Brás de Alportel
  • Colégio Rainha D. Leonor
  • O Mundo da Sabedoria / Sala de Estudo
  • Escola Secundária de Tondela
  • Escola Secundária de Camarate
  • Escola Secundária Manuel Arriaga
  • Agrupamento de Escolas de Montemor-o-Velho
  • Agrupamento de Escolas de Mogadouro
  • Agrupamento de Escolas Madeira Torres
  • Agrupamento de Escolas de Sá de Miranda
  • Agrupamento de Escolas Fernão do Pó / Bombarral
  • Agrupamento de Escolas São Pedro do Sul
  • Agrupamento de Escolas Dr.ª Laura Ayres
  • Escola Secundária Franscisco Rodrigues Lobo

Powered by Abantecart eCommerce Solution